27 de dez de 2011

Apple Sofre Nova Multa

Apple é multada em 900 mil euros por conta de sua política de garantias:
O órgão antitruste italiano multou a empresa pela falta de informação sobre a obrigação de vendedor dar dois anos de garantia, padrão no país.
O órgão antitruste italiano multou a Apple em 900 mil euros pela falta de informação sobre a obrigação de vendedor dar dois anos de garantia.

A informação é de um comunicado do organismo de vigilância.

Oficiais do órgão, explica o comunicado, verificaram que três sociedades do grupo -Apple Sales International, Apple Italia S.r.l e Apple Retail Italia- adotaram duas práticas comerciais distintas e incorretas.

Primeiramente, "em suas próprias lojas e/ou sites store.apple.com e apple.com, tanto no momento da compra quanto no momento do pedido de assistência, não informava adequadamente aos consumidores os direitos de serviço gratuito por dois anos previsto no Código do Consumidor, dificultava o exercício deste e limitava-se a reconhecer a garantia padrão do fabricante, de um ano".

Em segundo lugar, "as informações sobre a natureza, o conteúdo e a duração do serviço de assistência associado ao pagamento do AppleCare Protection Plan, combinado com a falta de esclarecimento sobre a existência da garantia legal de dois anos, induziam os consumidores a assinarem um contrato adicional, quando a cobertura do serviço pago se sobrepõe em parte à garantia legal gratuita prevista no Código de Consumo".

As sanções são de 400 mil euros para a primeira infração e de 500 mil euros para a segunda.

As multas foram aplicadas à Apple Sales International em um total de 540 mil euros, à Apple Italia S.r.l em 180 mil euros e à Apple Retail Italia também por 180 mil euros.

Três porta-vozes da Apple que a Reuters contatou não estavam imediatamente disponíveis para comentar o assunto.

Autoridades antitruste da União Europeia estão investigando a Apple em meio à briga por patentes com a Samsung Electronics por causa do receio de que os direitos de propriedade intelectual estejam sendo usados contra concorrentes por algumas companhias.

crédito: ag. Reuters

Essa Maçã é podre. Mas a Apple vai adorar o Brasil; aqui ela pode fazer isso e nunca sofrerá qualquer sanção.

25 de dez de 2011

Provedor Grátis Para Banda Larga Velox

Pare de pagar o provedor para ser autenticado na banda larga da Velox.

Tenho uma valiosa dica para todos que usam o OI Velox e não querem mais pagar pelo provedor. Quem já usa um provedor grátis pro Velox não achará utilidade alguma nesse texto. Mas todos os demais, que não querem pagar pelo provedor, apenas para serem autenticados, poderão seguir estas dicas. Esse artigo visa atender os assinantes do Velox, usuários do Speedy da Telefonica devem buscar por provedores gratuitos para este serviço.
O primeiro passo é assinar um dos vários provedores grátis (PPZ) que estão habilitados a fornecer a autenticação. Vocês podem solicitar a lista dos provedores grátis no atendimento telefônico da OI, ou usar um dos links abaixo. Minha lista tem 5 provedores grátis, mas existem alguns outros.

- GNS - PPZ
- Link BR
- TWC - PPZ
- Inforede
- Free Radius

Depois de assinar o plano você receberá um login (seu ddd + número de telefone @provedor) e a senha (os 5 primeiros números do seu CPF). Não esqueça de ativar sua conta no provedor grátis antes de efetuar a alteração no modem.

Reconfigurando o Modem
Se você já assina um provedor pago deve reconfigurar seu modem para o provedor gratuito. Isso não é muito difícil. Fiz um tutorial baseado no meu modem, D-link 500b. Se o seu modem for de outro modelo pode ser que alguns passos sejam diferentes, mas não deve variar nos pontos básicos. Basta seguir este tutorial:

1- Ligue seu modem. Abra seu navegador e digite http://10.1.1.1/
2- Aparecerá uma tela de login. Digite "admin" no login e na senha.
3- Agora vai aparecer a tela de configuração do modem. Clique em Advanced Setup e depois em WAN.
4- Na tela central existem vários parâmetros de configuração. Eles não precisam ser alterados. Clique em NEXT nas telas iniciais.
5- Quando chegar em Username and Password remova o login e senha antigos e insira os dados novos, fornecidos pelo provedor gratuito. Clique em Next e siga.
6- A última tela tem as opções de retornar (Back) e salvar (Save). Clique em SAVE, depois em SAVE/REBOOT e aguarde o modem reiniciar. O Reboot do modem pode levar uns 2 minutos, não faça nada até terminar esse processo.
7- Se tudo estiver certo você pode ir em Device Info e depois em Wan. Veja a tabela central, onde tem o Status do modem. Deve estar assinalado "ADSL_Link_Up"
8- Pronto, seu modem está reconfigurado e ativo com o novo provedor gratuito.



Agora é hora de testar a sua conexão e ter certeza que tudo funciona perfeitamente. Se estiver OK é só cancelar o provedor pago e continuar no PPZ (Provedor Preço Zero).

Autoria: technoticia.blogspot.com (se copiar o artigo mantenha o crédito)

19 de dez de 2011

Velocidade Recorde no Japão

Internet de 600 Gbps vira realidade no Japão
Operadora que oferece rede dos EUA ao país asiático anuncia velocidade recorde na transferência de dados.

Não aguenta mais sua conexão banda larga que, apesar do nome, ainda não deixa você baixar seus arquivos favoritos? No Japão, esse problema está longe de existir: a operadora japonesa NTT anunciou a atualização do sistema de transmissão de dados entre o país asiático e os Estados Unidos. O novo valor? 600 Gbps, um recorde para a indústria das telecomunicações.

A atualização veio quatro meses depois do anúncio de que o servidor passaria a ter já impressionantes 500 Gbps na transferência de dados. De acordo com a NTT, os avanços são para garantir uma melhor navegação em itens crescentes, como a computação em nuvens, os jogos online e as redes sociais.

O sistema de cabos é conectado com operadoras fixas e móveis de vários países do mundo. Desfrutam dos serviços da NTT provedores de internet e de conteúdo, além de centrais de dados.

De acordo com o AntaraNews, alguns trechos do cabeamento foram danificados devido aos terremotos ocorridos no primeiro semestre, mas uma parceria entre algumas companhias foi capaz de restabelecer o serviço em tempo recorde, praticamente sem danificar as conexões da NTT. O serviço já existe desde 1997 e começou com “apenas” 45 Mbps.

autor: Nilton Kleina

Tá bom que isso é conexão pra empresas. Mas mesmo pro usuário comum a velocidade é quase 10 vezes a do Brasil. E por um preço bem menor.

15 de dez de 2011

Wi-Fi de Até 30 Gbps

Novo chip permitirá velocidades Wi-Fi de até 30 Gbps:
Dispositivo em testes no Japão promete revolucionar as atuais velocidades de transmissão sem fio.

A fabricante japonesa de componentes eletrônicos Rohm anunciou o desenvolvimento de um transmissor Wi-Fi que é capaz de alcançar velocidades de até 1,5 Gbps. Esses valores foram alcançados em testes na empresa, mas a própria Rohm já afirma que uma pesquisa mais profunda sobre o assunto poderá possibilitar a criação de chips com até 30 Gbps.

O semicondutor usa uma antena em terahertz para transmissão de dados, possui 2 cm de comprimento por 1 cm de largura. O dispositivo foi desenvolvido em comunhão com a universidade de Osaka.

O custo também é impressionante. De acordo com a empresa, cada chip destes deverá ser produzido por menos de US$ 2,00. A Rohm espera começar a produção em massa em até 3 anos.

autor: Thiago Szymanski

Enquanto isso, num certo país tropical... Ainda estão enrolando com o tal PNBL e conexões abaixo de 1 Mbps.

Argentina Com Internet de 100 Gbps

Argentinos terão internet a 100 Gbps:
País "hermano" será o primeiro da América do Sul a contar com conexão desta velocidade.

Diversos sentimentos envolvem a rivalidade que existe entre Brasil e Argentina, que nem sempre têm razão de existir. Mas agora nós temos um motivo plausível para sentir inveja dos hermanos: eles serão os primeiros da América do Sul a contar com conexões de internet a cabo de 100 Gbps.

Segundo o jornal Folha de S.Paulo, a informação foi divulgada nesta terça-feira pela empresa franco-americana Alcatel-Lucent, que fornecerá o serviço através da empresa Cablevisión Argentina. De acordo com um comunidado da empresa, A Cablevisión será o primeiro operador a cabo na América do Sul a utilizar uma avançada rede ótica que oferecerá serviços a uma velocidade de 100 Gbps por segundo.

A justificativa para a implantação da conexão ultrarrápida é o grande aumento de assinantes e do tráfego, que tem asfixiado a capacidade da fibra ótica da Cablevisión. O chefe de engenharia da Cablevisión Argentina, Gabriel Carro, destacou que a empresa sul-americana deu um "grande passo" com esse contrato para oferecer uma "rede de alta flexibilidade e de futuro".

Só para efeito de comparação: a população da Argentina é de 40 milhões de habitantes e em 2009 contava com 13 milhões de usuários na internet. O Brasil tem pouco mais de 190 milhões de habitantes e, em 2009, tinha quase 76 milhões de pessoas conectadas.

Ou seja, nosso país tem quase duas Argentinas inteiras só de pessoas ligadas à rede mundial. Isso não é o suficiente para que o Brasil possa contar com conexões desta velocidade por aqui?

autor: Roberto Hammerschmidt

Vale lembrar que isso é a velocidade da rede ótica, não do usuário final. Mesmo assim é uma surra nas teles daqui e no projetinho governamental de banda larga popular. Não temos estrutura e nem competição. O resultado é esse que sentimos na pele. Ou na rede...

12 de dez de 2011

Iphone Mais Caro do Mundo

iPhone 4S brasileiro é o mais caro do mundo:
Valor cobrado no país é 60% maior que o preço nos Estados Unidos. Aparelho chega às lojas no dia 16.
O iPhone 4S está prestes a chegar ao Brasil e muita gente se prepara para comprar a mais nova versão do smartphone da Apple. O aparelho começará a ser comercializado no país a partir do próximo dia 16 de dezembro e será vendido por R$ 1.899, conforme anunciou a TIM.

Mas o que esse valor significa? O brasileiro já está acostumado a ser aquele que mais paga imposto no mundo, principalmente quando o assunto é tecnologia. Com o novo iPhone não poderia ser diferente, já que o Brasil é o país com o modelo 4S mais caro do globo.

Não que ninguém esperasse por isso, mas o site MacWorld fez um levantamento para tirar a prova real e chegou à conclusão de que o valor cobrado no país é muito maior do que em outros locais. Em termos comparativos, o preço nacional está 60% acima do custo nos Estados Unidos, onde o iPhone 4S está sendo vendido ao equivalente a R$ 1.180.

Preço do iPhone 4S pelo mundo:

* Brasil: R$ 1.899
* Itália: R$ 1.590
* México: R$ 1.521
* Portugal: R$ 1.518
* Reino Unido: R$ 1.419
* Estados Unidos: R$ 1.180

autor: Durval Ramos Junior

10 de dez de 2011

Iphone 4$

A partir de R$ 1,9 mil: Tim divulga preço do iPhone 4S no Brasil
Modelos chegam às lojas na próxima sexta e versão mais cara custará R$ 2,5 mil.

A Tim acaba de anunciar o preço do iPhone 4S no Brasil. A mais nova versão do smartphone da Apple poderá ser encontrada por R$ 1,9 mil (versão de 16 GB), R$ 2,2 mil (versão de 32 GB) e R$ 2,5 mil (versão de 64 GB). Os produtos estarão disponíveis no primeiro minuto do dia 16 dezembro.

As demais operadoras ainda não se manifestaram sobre os preços que serão praticados, mas é bem provável que sigam valores similares de comercialização. Ainda não se sabe também se Apple praticará os mesmo preços em sua loja online.

“A chegada do iPhone 4S às lojas da Tim faz parte do posicionamento inovador da marca e reforça nossa parceria com a Apple, contribuindo para que os clientes tenham sempre à disposição os aparelhos mais desejados do mundo”, destaca Roger Solé, diretor de marketing da Tim no Brasil.

“Vamos realizar diversas ações de lançamento e abriremos as portas de alguns pontos de venda à meia-noite para que os consumidores possam experimentar os serviços diferenciados da Tim no smartphone logo nas primeiras horas de comercialização do modelo no Brasil”, completa.

Os valores acima se referem a aparelhos bloqueados e não vinculados a contratos de fidelização. Contudo, caso o consumidor opte por adquirir um plano em conjunto, a operadora promete uma série de vantagens e descontos para tornar o smartphone ainda mais atrativo.

No plano Tim Liberty, o iPhone 4S de 16 GB sai por R$ 198 mensais (R$ 39 do plano + R$ 159 do aparelho, o de 32 GB por R$ 223 mensais (R$ 39 + R$ 184) e o de 64 GB por R$ 248 mensais (R$ 39 + R$ 209). Para ter internet limitada é preciso contratar também o plano Liberty Web Smart, por R$ 30 mensais.

autor: Wikerson Landim

Que bela facada da Tim. De 1,9 mil até 2,5. Isso aí dá pra comprar 2 notebooks comuns. Ou um notebook de ponta. Mas eles não tem a grife da Maçã Mordida. Mas o pior é que não faltam "filhinhos de papai" pra pagar esse preço num celular esnobe.